By Luís Carmelo

ISBN-10: 1499722362

ISBN-13: 9781499722369

Neste livro debatemo-nos com três projectos modernos, entendidos como formas de codificar a acção e o discurso. A estética enquanto leitura específica do mundo, a criação como afirmação subjectiva e a paródia enquanto prática discursiva. Partimos do princípio que a dupla ‘ciência – arte’ faz parte essencial destes projectos e da perspectiva que vai sendo traçada, no Ocidente, a partir de meados de setecentos. A ciência e o mundo experimental dependendo dos factos e da realidade, a criatividade artística e estética criando factos e gerando realidade. Este entrosar de natureza essencialmente inventiva, ainda que mais ou menos referencial, sucede às teo-semioses que entendiam o universo com um dado adquirido e (sempre e já) por si explicado. Dois modos de significar a vida que se cruzam lentamente e que espelham o modo como o homem se vai impondo como sujeito criador ao longo da modernidade.

Contudo, as primeiras teorizações da arte e da estética e posteriores aprofundamentos (associados a aspectos como a criação, a inspiração, a imaginação, etc.) mantiveram um vínculo profundo (por vezes invisível) com formas espirituais de significar o mundo. Para C. Baudelaire, a conquista do belo – o primeiro grande elemento da estética – continua a situar-se na linha da ancestral “cultura da promessa” , do mesmo modo que, para W. Kandisky, a consciência da criação artística é uma “operação” associada ao “novo Reino do Espírito” . Este é um tema capital que perseguiremos neste livro, sobretudo na sua primeira parte, e que se desdobrará, depois, à fundação da própria estética no séc. XVIII, às codificações românticas e a várias outras consideradas relevantes (I. Kant, G. Hegel, M. Heidegger, etc.).

Na segunda parte do livro analisaremos algumas noções de criação artística (incluindo o seu legado gnóstico), para além de outras ideias contíguas, como são o “génio” de I. Kant e a renovação pressuposta pelo “acto criativo” de M. Duchamp (um dos porta-vozes de um conjunto de inovações do séc. XX no campo da criatividade artística, nomeadamente o papel do público, as funções da criação enquanto processo e sobretudo a abertura ao estético traduzida através de um conjunto de relações construtoras que ligam o artista ao mundo). Na terceira parte, passaremos para o nível dos discursos, colocando, por um lado, em evidência as práticas intertextuais e paródicas, centrais na cultura do séc. XX e na actualidade, e, por outro lado, analisando a morfologia e a génese de uma linguagem moderna que se tornou no símbolo maior do século passado: o cinema.

Show description

Read Online or Download Estética, criação e paródia (Portuguese Edition) PDF

Similar aesthetics books

Beyond Art by Dominic McIver Lopes PDF

Dominic McIver Lopes articulates and defends a 'buck passing idea of art', particularly murals is not anything yet a piece in a single of the humanities. Having traced philosophical curiosity in theories of artwork to a response to definite puzzle circumstances of avant-garde paintings, he argues that not one of the theories that experience ruled philosophy because the Nineteen Sixties thoroughly copes with those works.

New PDF release: Chinese Environmental Aesthetics: Wangheng Chen, Wuhan

China is at the moment bothered through huge, immense environmental difficulties. This e-book, drawing on historical and sleek chinese language environmental pondering, considers what it really is that makes an atmosphere a fascinating position for residing. The booklet emphasises principles of good looks, and discusses how those rules may be utilized in average, agricultural and concrete environments as a way to produce fascinating environments.

Download PDF by Robert Doran: The Theory of the Sublime from Longinus to Kant

During this publication, Robert Doran bargains the 1st in-depth remedy of the most important theories of the elegant, from the traditional Greek treatise at the chic (attributed to 'Longinus') and its reception in early glossy literary conception to the philosophical debts of Burke and Kant. Doran explains how and why the chic turned a key suggestion of recent proposal and exhibits how a few of the theories of sublimity are united via a standard constitution - the paradoxical event of being without delay crushed and exalted - and a typical drawback: the maintenance of a inspiration of transcendence within the face of the secularization of contemporary tradition.

Marcus Steinweg,Amanda DeMarco,Thomas Hirschhorn's The Terror of Evidence (Untimely Meditations) PDF

Marcus Steinweg's means to implicate the opposite is gorgeous, vibrant, special, and logical, grounded in daily questions, which to him are constantly vast questions. -- from the foreword by way of Thomas HirschhornThe homes of philosophy needn't be palaces. -- Marcus Steinweg, "House," the phobia of EvidenceThis is the 1st ebook by means of the prolific German thinker Marcus Steinweg to be to be had in English translation.

Additional info for Estética, criação e paródia (Portuguese Edition)

Sample text

Download PDF sample

Estética, criação e paródia (Portuguese Edition) by Luís Carmelo


by Ronald
4.3

Rated 4.15 of 5 – based on 28 votes